Primeiro Roteiro Técnico Sementes Ceratti: O diferencial da tecnologia

Fazendo jus à missão proposta, de desenvolver produto com tecnologia e excelência, a Sementes Ceratti realizou o 1° Roteiro Técnico com uma abordagem voltada para o diferencial da tecnologia, onde foi possível dialogar com produtores do meio sobre as diferentes formas de inovar no mercado orizícola.?

Contando com três estações, o evento foi programado viabilizando o máximo aproveitamento técnico de cada local, sem tornar-se cansativo. Foram apresentações sucintas e esclarecedoras, fundamentadas nos 18 anos de pesquisa experimental e 25 anos de trabalho sobre o tema “Semente”.?

Na primeira estação, intitulada Projeto Lado a Lado - Semente FORZA, apresentamos o resultado, onde visualizou-se a população de plantas em final de ciclo com nossa semente da linha premium, com densidade de 60 kg/ha e manejo diferenciado, comparando com uma semente de boa tecnologia utilizada comparativamente, com densidade de 100 Kg/ha e manejo adotado. A marca FORZA com seus atributos comprovou mais uma vez que qualidade e tecnologia são nossos diferenciais.?

A segunda estação, Produção de arroz e sementes sob pivô, debateu-se sobre a eficiência na utilização desta tecnologia, e como o uso do pivô tem nos auxiliado na obtenção de sementes de alto potencial. Além de reduzir várias operações agrícolas, tornar-se menos oneroso, devido a otimização dos recursos naturais e hídricos, visto que há um maior aproveitamento dos nutrientes e água disponibilizados devido à cobertura vegetal (plantio direto) existente nesse manejo. A produção de sementes das cultivares BRS CATIANA e BRS PAMPEIRA realizada sob pivô visa obtermos uma semente inteligente, ou seja, a semente carrega uma informação genética que através do tipo de irrigação utilizado e de um programa fitossanitário diferenciado irão conferir uma tecnologia distinta (com princípios ativos específicos que eliminam qualquer possibilidade destas sementes portarem doenças fúngicas na sua próxima geração também pela adaptação ao meio). É importante lembrar que as sementes produzidas sob pivô são preferencialmente desenvolvidas para ambientes de sequeiro favorecido (região norte/nordeste do Brasil) e para pivôs, tecnologia que vem ganhando cada vez mais espaço aqui no sul do país.

Com chave de ouro, para encerrar nosso roteiro, tivemos a apresentação da cultivar lançamento IRGA 431 CL, que promete alta produtividade aliado à qualidade de grãos, equivalendo-se aos cultivares nobres do mercado. Nesta estação ressaltou-se a importância do correto manejo durante todo o ciclo, obedecendo o momento de entrada d’água e adubação. Visto que uma lavoura bem estabelecida e manejada, dificilmente não resulta em melhores produtividades, como é o caso do parceiro que obteve 9.400 kg/ha e um rendimento de 63x7, em um ano de condições climáticas adversas.

Com isso, fica evidente que todo o trabalho desenvolvido pela Ceratti é uma constante busca por sementes potenciais e de alta tecnologia, gerando ótimos resultados.

  

Compartilhe este Post: