Plantabilidade - O Resultado do Rendimento de Plantio

Em nossos textos passados já falamos sobre a Qualidade Fisiológica da Semente e a importância de protegermos nosso investimento com o TISA. Agora é hora de por a mão na terra e falarmos sobre o momento da semeadura.

Para você, produtor, o que é rendimento de plantio? Para muitos, significa hectares plantadas/dia, ou hectares plantadas/máquina. Todavia o rendimento de plantio deve ser avaliado em função de sua qualidade e não em função de tempo.

A Semente Ceratti, ao longo dos anos, vem acompanhando a instalação de lavouras comerciais, medindo variáveis como: uniformidade, profundidade e distribuição da semente na linha de semeadura, homogeneidade de emergência, eficiência de estabelecimento e correlacionando elas com a produtividade.

Podemos observar que em função de uma menor velocidade de semeadura (aliada aos fatores discutidos em textos passados), teremos melhores resultados nas variáveis acima citadas e isso reflete diretamente na produtividade ao final do ciclo.

Vamos usar como exemplo o seu Antônio, produtor rural do município de Itaqui. Seu Antônio investiu em sementes de alta qualidade fisiológica, assegurou a proteção dessas sementes usando TISA, plantou na época correta e com velocidade adequada.

Na prática, podemos dizer que a lavoura do seu Antônio tem uniformidade na equidistância e na profundidade de semeadura, o que juntas com uma semente de qualidade faz com que se tenha uma excelente homogeneidade de emergência. O TISA aplicado na semente de ótima qualidade fisiológica vai garantir um excelente estande de plantas, mesmo nas condições mais adversas. A baixa velocidade no momento da semeadura, vai fazer com que as sementes e plantas oriundas dessas fiquem melhor distribuídas na linha de semeadura, reduzindo a competição por nutrientes, por luminosidade e por espaço físico, fazendo com que essas plantas desenvolvam melhor seu sistema radicular e parte aérea, sendo mais robustas e sadias.

A soma de detalhes, leva a vários benefícios, e todos eles juntos levam a uma lavoura mais produtiva, com maior potencial, que entrega mais resultados e dilui todos os custos que o seu Antônio teve.

O cuidado no momento do plantio é fundamental para que atinjamos nosso objetivo final, que é um resultado mais satisfatório.

A arte do fazer bem feito não é gasto, é investimento!!!

 

  

Compartilhe este Post: